27.7.14

a girl can dream...


right?!


*imagens tiradas do Pinterest

28.4.14

Entre linhas

Entre a linha costurada e a desenhada, resolvi fazer um livro de artista. 
Entre linhas, mais imagens aqui.




Orientação da professora guru Constança Lucas.

28.3.14

sim, eu faço tricô.

outro dia fui em um aniversário de família munida das minhas agulhas e linha pensando em aproveitar o tempo entre conversa, cerveja, churrasco, café, mais conversa, para adiantar o gorro que estou fazendo para o dayan (que se deus quiser fica pronto antes do inverno de 2045). nesse mesmo dia, tive que lidar com muitos comentários jocosos com tom de "porque uma moça da minha idade estaria perdendo tempo com isso" e "nossa, como você tem paciência pra fazer isso?! eu já teria jogado tudo pela janela".

no primeiro comentário, dei risada. no segundo, respondi atravessado. no vigésimo, resolvi ignorar.

não é a primeira vez que fazem cara de espanto quando eu lanço pra fora da bolsa o kit tricô e entendo que eles não tenham feito por mal, já que não é realmente comum ver minha geração fazendo esse tipo de coisa. então, resolvi reunir algumas fotos de artesanato moderno pra tentar mudar esse pré-conceito e mostrar que não tem problema nenhum em uma "moça bonita da minha idade" estar se dedicando à algum trabalho manual. (sério, como alguém pode achar que isso é tempo perdido?! #fiqueipassada)

olha como dá pra ser cool fazendo tricô e crochê:



Todas as fotos foram retiradas do reino encantado do Pinterest e se você quer ver as fontes ou saber mais vai lá no meu board. :)

PS: não esqueçam de dar uma olhada no trabalho do Coletivo Feito a Mão, com as gatinhas mais descoladas e tricoteiras/bordadeiras/crocheteiras do pedaço!

27.2.14

devaneios, gatos fofos e falta de cor


gripe. nessa semana que sobrou tempo e faltou ânimo para fazer qualquer outra coisa que não fosse ficar agonizando no sofá. então utilizei desse tempo pra me aprofundar na leitura atual, "na natureza selvagem" – livro sobre alguém que acredita em seus ideais e tenta ser uma pessoa melhor – que resultou em alguns momentos de reflexão sobre auto-controle (da vida, da comida, de mim mesma, das redundâncias, dos excessos... principalmente dos excessos) e de como eu gostaria que esse ano de turbulência acabasse logo, mas não acabasse comigo. e com esse sonho da formatura enfim realizado vai me sobrar tempo, dinheiro e dignidade pra fazer novos planos e me comprometer com novos sonhos. só gostaria de ser menos daydreamer e me apegar mais ao agora.