5.3.11

the romantics



- sabe, por outro lado, quer dizer… olha, 10 anos de amizade colorida e, esporádico e incrível sexo, intercalados com as noites tão divertidas! explica a razão revolucionária da conversa. sem mencionar o tempo que passamos juntos. ouvindo música, sabe, dirigindo… sem destino…acho que, uma bela bagunça termina melhor sem aviso. seria melhor.
- eu sinto muito.
- não sinta. foi um presente. um ato de covardia tão completa, desqualifica uma pessoa de consideração.
- eu tentei fazer o que achei que era certo. não é como se fosse inesperado.



(…)


- você acha que tem um dom especial por me conhecer tão profundamente, laura?
- não! eu acho que ambos fazemos isso.
- já te ocorreu que eu preciso de alguém como a lila?
- e como seria?
- não sei, alguém feliz.
- quer dizer, apática?!
- alguém prática.
- quer dizer, ocupada?!
- alguém confiante.
- rica.
- estável.
- frígida.
- que não deprima os outros só para ser o suporte!
- oh, então você quer dizer o seu oposto!
- sim, talvez.
- bem, você não ouviu? os opostos se atraem e depois se matam de tédio.
- sabe, tédio é melhor que loucura.
- eu prefiro morrer de emoção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário