15.11.15

Sobre minha primeira cachoeira



Já conheci gente que não liga de viajar. Gosta de ir à praia algumas vezes por ano e talvez conhecer um país "exótico" como Japão uma vez na vida e tá bom. Eu gostaria de ser assim, um pouco. Viajar cansa fisicamente, mentalmente e financeiramente. Mas é também a mais grandiosa e maravilhosa experiência que uma pessoa pode ter. O problema é que viajar vicia e é uma das únicas coisas que me deixa essencialmente feliz, completa e realizada.

Eu gostaria de viajar bem mais do que eu viajo hoje. Minha última viagem foi em 2012, para meu desespero. Em 2016 esse é um dos meus principais objetivos, se não endoideço, juro. Mas há apenas algumas horas percebi que resolver esse vazio que falta de viagem me causa não precisa envolver horas de voo, ter que me comunicar em outro idioma, fazer check-in em hostel, etc. Pode ser mais fácil do que eu imagino!



Pois bem, enquanto essa grande viagem não chega e para alimentar meu vício, eu e Dayan fomos dar um pulo em Votorantim, uma pequena cidade perto de Sorocaba (SP), para conhecer a cachoeira Paradise. Um lugar novo, onde nunca estive, mas ainda no meu estado. Bate e volta, no mesmo dia.

Há um pouco mais de um mês eu comentei que iria completar 27 anos de vida e nunca tinha ido em uma. Precisava "resolver" isso e limpar minhas energias pra mais um novo clico... Então, falando com as pessoas certas (valeu, Nati) conseguimos nos enfiar nessa aventura: trilha complicada com alguns trechos críticos (nunca tinhamos feito e achamos, em alguns momentos, que nossa vida estava em risco #drama) e uma cachoeira maravilhosa como recompensa.




A experiência é válida. Lógico que eu nunca achei que trilha fosse minha vibe, mas venho me redescobrindo ao longo dos últimos meses. Continuo achando que trilha não é pra mim, mas a experiência em cachoeira é maravilhosa, e se o preço a ser pago é uma trilha (desde que seja realmente fácil), não ligo.





Enfim... chegamos em casa moidos. Hoje, um dia depois, tudo dói. Mas sentimos as dores com sorriso no rosto, de ter feito uma nova experiência. Nesse meu novo ano estou pronta pra mais descobertas, mais aventuras e cachoeiras, quem sabe, e mais amor, sempre!


8 comentários:

  1. Essa cachoeira foi uma DELICIA!!! Ainda sou a favor da petição para colocarem uma escada naquela super descida! hahahahahah <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual vai ser a próxima aventura, preto?! :D

      Excluir
  2. Ahhh que felicidade ler isso!!!

    Eu viajo praticamente todo fds "sem checkin" rs - Nossa SP e arredores tem um lado B cheio de cachoeiras!! Eu comecei com um passaporte chamado 40 trilhas de SP e nunca mais parei... Existem sim muitas Cachoeiras de fácil acesso sem trilha praticamente, uma escada vc esta de cara com ela: em joanopolis SP, maromba-RJ e muitos outros cantinhos... Ñ pare Brunna pois um bate e volta em contato com a natureza é poderoso para nós deixar mais leves, energizados e mais felizes!

    E vou fazer uma campanha para instalarem escada ou corda lá em Votorantim Dayan rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A próxima cachoeira DE FÁCIL ACESSO que você for por de chamar a gente! hahaha :D

      Excluir
  3. acho engraçado que a gente tem essa mania de que pra viajar precisa atravessar oceanos e esquece que tem toda uma cidade, todo um estado, todo um brasilzão pra conhecer :) e que saudade de tomar banho de cachoeira tu me deu. tão bom né? ♥

    ResponderExcluir
  4. Tem tanta coisa tão pertinho e quem nem conhecemos não é mesmo? Eu adoro cachoeira, mas odeio muriçoca hahahaha aí fico no maior dilema! Amei as fotos!! Um beijão <3 Himmel

    ResponderExcluir